terça-feira, 8 de março de 2016

PE na Lixa Skate Feminino - 8 Divas do Skate Pernambucano.




Beatriz Veloso – 17 anos e 2 de skate
Cidade - Caruaru

Como foi a reação dos seus pais quando lhe viram saindo de casa com o skate?
A minha mãe foi tranquila, já que foi ela quem me presenteou com o carrinho, total apoio! Já a reação do meu pai foi me aconselhar em relação a várias coisas.
(Flipando ao por do sol)

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
O que falta é a separação por categoria nos campeonatos, ao menos os de grande porte, onde aparecem muitas meninas. Já participei de uns, no qual eu não tinha nem dois anos de skate, correndo junto a meninas com três anos ou mais. Uma sugestão é que fosse dividido, tipo feminino 1 e 2... O que sobra é união, me lembro de quando não tinha grana pra chegar em Recife pra o campeonato do Ibura Power Girls, e as meninas chegaram a me oferecer a grana da passagem. O que sobra também é as diversas páginas direcionadas ao Skt feminino, para o incentivo da evolução e de novas Sktgirls na família. 
(Drop cabreiro na BR 104)

P&P - O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
Não digo que seja preconceito ou falta de competidoras, mas falta de consideração, deve-se arriscar sim para colocar essa categoria, pois mesmo que não haja um numero considerável de meninas no campet, pelo menos não vai prejudicar a evolução das que comparecem. E não será perda de tempo, porque da mesma maneira que queremos ver meninos evoluindo e levando o nome do skate pernambucano, Brasil a fora, também é válido para as meninas... E campeonatos contribuem bastante nesse quesito. Além disso é importante que haja uma mobilização entre as garotas, para que incentivem umas as outras a participarem dos campeonatos, com intenção de ao menos se divertirem, acima de tudo, skate é isso, DIVERSÃO!
(Frontside Rockslide no Skatepark de Caruaru)


Evy Melo – 14 anos e 1 de skate
Cidade - Recife

Quais são suas maiores influências no skate?
Eu tenho várias influências no skate, a galera que começou a andar comigo, que me ajudaram a aprender as manobras, as pessoas novas que eu fui conhecendo, tudo isso foi influência pra mim... Vejo alguns vídeos de skatistas profissionais e fico naquela instiga pra andar, mas minha maior influência é Leticia Bufoni, desde quando vi o rolé dela, os vídeos e o estilo dela, foi uma inspiração pra mim... E é até agora. 
(Ollie na orla da Boa Viagem)

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
Falta o pessoal valorizar mais o skate feminino. Sempre que veem uma menina, na maioria das vezes fala, sapatão, quem fica no meio de meninos é lésbica (ou pega todos). RESPEITO, isso que falta (e muito), tanto com as meninas, quanto com os meninos, claro! Eu também acho que falta às meninas se dedicarem mais... As que realmente gostam, pra poder mudar a cara do skate feminino no nosso Estado, por isso tão poucas meninas... O que sobra é amizade. O bom disso tudo é que em todo canto que você vai, consegue socializar muito rápido com alguma galera de um skatepark, isso é sempre bom.
(Backside Noseslide no Skatepark do Rodão)

O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
Eu acho que na maioria das vezes é falta de competidoras. As vezes tem menina que não sabe que vai rolar campeonato, ou algumas que não vão de vontade própria... Acho que por isso faltam muitas competidoras. Preconceito, acho muito difícil, porque se é um campeonato de skate, não tem porque de não quererem meninas competindo.
(Rock'n'Roll to Fakie)

Yasmin Andréa – 23 anos e 7 de skate 
Cidade - Cabo de Santo Agostinho

O que mudou no skate feminino de Pernambuco, de quando você começou a andar, para agora?
Acho que o que mudou foi à quantidade de meninas andando de skate, cada vez mais aumenta, e o perfil dessas novas skatistas também, hoje tem mais competitividade.
(Ollie na escadaria do skatepark da Macaxeira)

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
Acho que o que falta no skate feminino são ações que incentivem as meninas, que dê um gás pra elas, com eventos só para meninas, como o que rolou no Ibura Power... Matérias como essa também incentivam, assim como mais ações que mostre que o skate feminino tá aumentando... O que sobra é críticas, sempre tem gente querendo falar mal do rolé das minas, ao invés de apoiar e incentivar. 
(Flip to Fakie)

O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
Acho que os campeonatos não colocam muito a categoria feminino por falta de competidoras, apesar do número de meninas andando estar aumentando, muitas não gostam ou não querem participar dos eventos. 
(Backside Rockslide no canhão da Funbox)

Tharcy Silva – 18 anos e 7 meses de skate
Cidade - Recife

P&P - Quando, onde e como foi seu primeiro contato com skate?
Em setembro de 2015, eu estava na pista lá perto de casa, onde tinha uma galera que ficava andando de skate, naquele momento eu só observava e ficava achando incrível todas aquelas manobras feitas tanto por meninos, como pelas meninas. Certo dia, dois amigos meus foram pra essa pista andar e me chamaram, então fui, depois de um tempo, pedi para meu amigo me emprestar o skate dele pra ver se eu conseguiria andar... Foi a partir daquele meu primeiro contato com skate, que eu me senti livre, me senti feliz, a cada manobra que eu tentava aprender, meu amor pelo skate e minha persistência só aumentava a cada dia. Era uma sensação única, onde só eu podia sentir naquele momento.
(Flip do Fakie no skatepark do Rodão)

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
O que falta são apoios para as meninas, muitas meninas hoje em dia andam por andar, porque elas veem que as meninas que andam bem, não são patrocinadas ou até mesmo, não possui apoio de nenhuma marca para incentiva-las a evoluírem cada vez mais.
(Switch Rock'n'Roll)

O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
Acho interessante haver nos campeonatos, a categoria feminino, porque assim as meninas se sentem motivadas a competir e também podemos mostrar a todos que o skateboard feminino está aí crescendo cada dia mais... Para aqueles campeonatos que não incluem a nossa categoria, muitas vezes é por preconceito, porque acham que as meninas não tem capacidade para competir ainda.
(Switchstance Ollie no Parque Dona Lindu)

Júlia Elizabeth – 18 anos e 2 de skate
Cidade - Recife 

Como foi a reação dos seus pais quando lhe viram saindo de casa com o skate?
Minha mãe ficou me questionando e dizendo que não era prática para meninas, que era coisa pra desocupado e etc.
(Switchstance Flip) 

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
Falta disposição das meninas e sobra críticas .
(Frontside Rockslide no skatepark do Rodão)

O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
O preconceito infelizmente existe, mas também falta atitude das meninas de fortalecer a categoria. 
(Frontside 50-50 )

Sabrina Ferraz - 21 anos e 5 de skate
Cidade - Cabo de Santo Agostinho

Como foi a reação dos seus pais quando lhe viram saindo de casa com o skate?
Logo no inicio, meu Pai não sabia, mas Mainha pensava que era coisa de adocescente, que fosse só mais uma fase... Mas aí ela viu que estava levando a sério, aí ela sempre falava e ameaçava quebrar meu skate em quatro pedaços, por conta dos machucados... Eu passava a maioria do tempo de calça pra ela não ver. Mas depois ela teve que se acostumar com a ideia e hoje em dia fala, reclama, me manda procurar o que fazer, que isso não dar futuro, mas sempre compra minhas peças quando falta.  Já meu pai não é mais vivo, mas quando ele soube, disse: Quero filha minha com isso não, jogue essa merda de patins fora, você não é maloqueira pra tá com essa porcaria pra cima e pra baixo... Acho que essa foi a primeira vez que contrariei meu pai, eu disse que não deixaria de andar e que era skate, não patins... Disse a ele, SOU SKATISTA AGORA.
(Flip na funbox do Skatepark do Cabo de Santo Agostinho)

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
Falta mais atitude da meninas, tem muitas que não se mostram, não andam por medo ou vergonha... Tem muita menina que ainda pensa muito no que as pessoas vão falar; no que acham e deixam de achar. Sou envergonhada também, tenho medo, mas o medo foi feito pra ser encarado e superado, vergonha passa e nervosismo todo mundo tem e sente... Temos que ter atitude e mostrar quem somos, não se esconder. Costumo dizer pra mim mesmo, “eu quero, eu posso, eu consigo”, porque você é o que quer ser, você é, você faz, tem muita guria que tem potencial e vai longe, basta querer.  Falta também mais apoio ao skate feminino, mas RESPEITO e incentivo...  O que sobra no skate feminino pernambucano é apenas preconceito por sermos meninas, muitos pensam que um menina não pode andar de skate, não são todos que pensam assim, mas é maioria.
(Flip to Fakie no skatepark de Porto de Galinhas)

O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
Na minha opinião, os dois... Muitos campeonatos deixam de incluir a categoria feminino, tanto por falta de competidores, como também, muitas meninas não correm.  Mas hoje em dia tem bem mais meninas andando, estão perdendo o medo de correr campeonatos... Os campeonatos hoje estão bem melhores que antes. Então assim, se não colocarem categoria feminino hoje em dia, pra mim é preconceito.
(Tatuagem em homenagem as divas do skate)


Josyane Scarlet – 18 anos e 3 de skate
Cidade - Recife

Como foi a reação dos seus pais quando lhe viram saindo de casa com o skate?
Bom, moro apenas com minha mãe e a reação dela não foi muito boa. Embora ela quisesse que eu me divertisse, porém, não de maneira que me machucasse... Hoje em dia ela está mais acostumada já.
(Aproveitando as transições... Rock'n'Roll to Fakie)

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
Na minha opinião, falta mais oportunidades e mais valorização dos próprios skatistas... Eu não acho que sobra, eu acho que falta mais meninas nos picos. 
(Flipando e fritando no skatepark do Rodão) 

O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
Acho justo todos os campeonatos de skate ter categoria feminina sim, embora não tenha tantas competidoras pra correr, o que vale é a iniciativa dos próprios organizadores, demonstrarem que querem  que o skate feminino evolua de certa forma, que atrairá mais meninas para o esporte, que será mais valorizado. O importante não é a quantidade, o importante é a capacidade que nós mulheres (Mesmo em menor número) temos de conseguir nosso espaço nesse esporte (SKATE)
(Backside Rockslide no estilo metaleira) 

Samara Larbac – 15 anos e 2 de skate
Cidade - Recife 

Como foi a reação dos seus pais quando lhe viram saindo de casa com o skate?
Foi a melhor... Ela me apoiou, comprou peças de skate e até pergunta se aprendi alguma manobra nova Kkkk
(Backside Rockslide no Skatepark de Caruaru)

P&P - O que falta e o que sobra no skate feminino pernambucano?
Pra falar a verdade, o que falta é força de vontade das meninas, falta disposição e 1% de coragem kkkkk... Acho que também falta um pouco de incentivo da galera e das marcas... Felizmente o que sobra é muita risada nos rolés com elas.
(Heel Flip na Praça Euterpe)

O que você acha dos campeonatos de skate que não incluem a categoria feminino... Preconceito ou falta de competidoras?
Um pouco dos dois.
(Frontside Rockslide durante o campeonato Ibura Power Girl)


13 comentários:

  1. BEM, vamos lá...

    1 - quem não está preparado pra ouvir críticas, não poder esperar elogios.
    vi muita gente ai reclamando de crítica e tal, mas pra um bom entendedor, um feedback negativo nem sempre é intenção de desmerecimento, nem sempre apoios e ologio vai te fazer bem.

    2- campeonatos... diversão... SKATE é mais que isso. é saber chegar e saber sair.. os camps são como uma festa... que cada um leva seu pratinho... então não dá pra ir pras festas só levando um saquinho de pipoca. (entendam como quiser)

    3- kd a evolução? será que é biológico? será que as mulheres tem pré disposição em aprender menos manobras? ou falta empenho e foco? faço isso pra aquelas que vêem o skate como modalidade competitiva, se não for esse seu caso, nem se manifeste.

    4- Se você quer ser bem vista no meio do skate: Pague suas dividas e Não roube vela.

    abraço!!

    Samara bora esse GAME!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou responder aqui em"terra seca"já que ele abrange todos os assuntos...

      1-quem não está preparado pra ouvir críticas, não poder esperar elogios.AMÉM


      2-campeonatos são festas reencontra as amizade ,se diverti,boas risadas .. essa UNIÃO que muitas citaram,oque não pode é leva FREVO e querer toma COCA-COLA

      3-evolução AIAIAIAIAIAIAAI só vê lacey baker pq desdo do tempo da ELISSA STEAMER o feminino é a mesmas coisa.. anos 90 o cara que jogava flip 50-50 era o rei hoje é flip crooked saindo de flip EVOLUÇÃO já as mina ... se uma joga a manobra que a coleguinha não joga e já relaxa,conheço vários que andam de skate que nunca teve o tão desejado PATROCÍNIO APOIO, o próprio presidente do BLOG .pergunta se ele deixo de andar !quem anda por amor ta nem aew pra isso "oque for de ser será"e CUUIDADO tem nego quem tem patro,mas ta vendando água pra poder cola no camp... ja dizia vó:antes só que mal acompanhado

      4-TEM XEXEIRO AEW kkkk PAGO O CRENTE kkkkkkkkk

      pra finalizar PARABÉNS PRA QUEM TIRO AS FOTOS ,MUITO STYLE,gostei de muitas respostas principalmente do reconhecer que falta ( força de vontade, disposição,medo de correr campeonatos)vcs que falaram etão se meche e procura tuas melhoria

      Excluir
  2. Parabéns, gostei do pe na lixa, fotos de todas, mesmo que não concordo com algumas opiniões mas respeito tudo que foi dito por elas

    ResponderExcluir
  3. NÃO SEI SE RESPONDO AQUI OU FAÇO UM GRUPO "PE NA LIXA DA DISCÓRDIA"HEHEHEHE O CRENTE VAI SER CONVOCADO

    ResponderExcluir
  4. Parabens meninas voces são lindas e mantem a chama do skate feminino acesa,um dia quero casar com uma de voces pra nosso filho ser um lindo skatistinha rsrsrsr
    EVANDRO CLODOVIU e suas criticas que ninguem liga rsrsrsrsr rsrsrsrsrsr

    ResponderExcluir
  5. JONATAS LEÃO LOBO E EVANDRO CLODOVIU SEMPRE NAS CRITICAS E FOFOCAS HAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FOREVER ehehehhehehehe BORA BEBER PÉ DE BARRACA kkkkkkkk

      Excluir
    2. pra que andar de skate se tem cana pra se divertir! prevejo cirrose :D

      Excluir
  6. Show de bola essa materia , parabéns ao picos e pistas e todas as gatas SK8 que participaram . evolução sempre!!

    ResponderExcluir
  7. Jonatas Leão Lobo e Evandro Clodoviu voces ja pensaram em revelar pro mundo do skate o namoro de voces?voces combinam de mais.Picos e pistas de espaco pros casais gays do skate Pernambucano tambem #LeaoloboClodoviueuapoio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DE MULHER PRA MULHER MARIIISSSAAAAAAA ...COmo vc sabe que o P&P da ESPAÇO kkkk que fazer um né viado kkkkkkkk

      Excluir
  8. Que venha mais e mais meninas assim !!!

    ResponderExcluir